22 de mai de 2010

veja, não leia


Como conquistar uma capa na Veja? Assessora dá dicas
Izabela Vasconcelos, de São Paulo
Com menos de um mês de assessoria, a Ayla Meireles Comunicação conseguiu divulgar o trabalho de uma cliente na capa da revista Veja, semanal de maior circulação do País, com cerca de 1 milhão de exemplares. O espaço, assim como em outros veículos, é concorrido, mas a dona da agência explica os diferenciais que podem garantir a repercussão de uma sugestão de pauta na grande imprensa.Com a chamada “O milionário mora ao lado”, a capa apresenta a foto de Vanessa de Figueiredo Vilela Araújo, cliente da assessoria e dona da Kapeh Cosmésticos. A reportagem mostra como seis empresários brasileiros se tornam milionários a cada hora.
A revista já preparava uma matéria sobre empreendedorismo que seria publicada depois, mas a sugestão de pauta adiantou a sua publicação. Vanessa havia acabado de ser reconhecida por um prêmio da ONU como uma das dez melhores empreendedoras do mundo, indicadas ao Empretec Women in Business Award 2010 (curso de empreendedorismo).
Para a dona da agência, Ayla Meireles, além da premiação, a sugestão ganhou destaque pelos detalhes. “A nossa estratégia foi colocar um título bem interessante, com um bom texto, um e-mail relevante. Mas antes disso montamos um planejamento estratégico voltado para os negócios”, explica.




Follow, não!



Outro diferencial, segundo Ayla, foi rejeitar o follow up, tão comum nas assessorias de imprensa. “Desde o início, nesses cinco anos, nossa política é não usar o follow, porque entendemos como uma redundância. Se o jornalista não leu, nós respeitamos o espaço dele. Os jornalistas já nos conhecem e sabem que se não ler, nós não vamos ligar. Então, se recebem um release nosso, ficam atentos”, conta. Depois que o repórter entra em contato, Ayla explica que apresenta várias outras sugestões dentro da mesma pauta.

Além da capa da semanal de maior circulação do Brasil, Vanessa aparece nas páginas da Isto É DinheiroÉpoca, em um vídeo na UOL e no programa Show Business, entrevistada por João Dória Jr. De acordo com a assessoria, ainda há espaços fechados no programa do Jô (TV Globo), Hoje em Dia (Record), Mais Você (Globo)  e Todo Seu (Gazeta).
Vanessa diz que esperava repercussão pelo prêmio, mas ficou surpresa com tanta procura pelos jornalistas. “Estou extremamente satisfeita. Fiquei surpresa com essa repercussão em pouco tempo. Também deu uma visibilidade muito grande à marca, que só tem três anos de mercado. Agora estamos tendo uma procura muito grande de possíveis parceiros para pontos de venda”, conta a jovem empresária, que investe em cosméticos feitos à base do extrato de café.

Nenhum comentário:

Postar um comentário