31 de mar de 2010


As mãos vazias de nosso grande chargista

francisco barreira


Acontece com as melhores famílias e até com os grandes artistas. Desta vez, aconteceu com Chico Caruso, um ícone entre os chargistas brasileiros. Se há alguma unanimidade planetária hoje, ela diz respeito ao crescente prestigio internacional do Brasil, um emergente que estreia como protagonista na cena mundial. E estreia bem: líder incontestado na América do Sul, o País tem confrontado com sucesso a decadente política hegemônica dos Estados Unidos na América Latina. Além disso, ninguém ignora a crescente influência positiva do Brasil na África e no Oriente Médio.
Como comprovação inquestionável destes fatos, o presidente Lula foi eleito o Estadista Global do ano em 2009 e é frequentemente citado pela mídia mundial como “Profeta do Diálogo”. Onde estão as mãos abanando do presidente e do Itamaraty? Lapsos e falta de inspiração acontecem com os melhores chargistas. Esperemos que seja só isso. Seria um desastre se o nosso grande Caruso tivesse sido contaminado pelo anti-jornalismo criminoso de O Globo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário