19 de jul de 2009

Datas

Morreram
• o jornalista americano Walter Cronkite, que definiu o papel de âncora nos telejornais. Apresentador do CBS Evening News de 1962 a 1981, encabeçou nesse período as pesquisas americanas de credibilidade. Em 1963, marcou os americanos ao reportar em primeira mão o assassinato do presidente John Kennedy. Naquele fim de semana, Cronkite passou horas a fio no ar cobrindo o caso. Seis anos depois, definiu um novo marco com sua cobertura da primeira viagem à Lua (veja a reportagem). Ficou no ar durante 27 horas. Por causa disso, foi chamado de"o oitavo astronauta". Dia 17, aos 92 anos, em decorrência de um derrame cerebral, em Nova York.

• o pugilista ítalo-canadense Arturo Gatti, ex-campeão mundial das categorias superpena e superleve. Ele foi encontrado morto em um flat em Pernambuco, onde passava férias. A polícia suspeita que tenha sido assassinado pela mulher, a brasileira Amanda Rodrigues, de 23 anos. A moça, que tem um filho de Gatti, teria asfixiado o marido enquanto ele dormia, bêbado. Ela está presa. Dia 11, aos 37 anos.

SÁB|11|JUL|2009

Evan Agostini/AP
Redford Casamento com Sibylle Szaggars


Casou-se

pela segunda vez o ator e diretor americano Robert Redford, de 72 anos. Ele oficializou a união com a artista plástica alemã Sibylle Szaggars, de 52, com quem vive desde 1996. A cerimônia ocorreu em Hamburgo, na Alemanha. Redford, cujo talento dramático e beleza foram celebrizados em filmes como Butch Cassidy (1969) e Golpe de Mestre (1973), foi casado entre 1958 e 1985 com a ativista Lola Redford, com quem tem três filhos.

SEG|13|JUL|2009

Indiciado
o ucraniano John Demjanjuk, acusado de participar do massacre de 29 000 judeus durante a II Guerra Mundial. Demjanjuk lutou no Exército soviético até ser capturado pelos alemães, em 1942. Recrutado pelos nazistas, serviu no campo de concentração de Sobibor, na Polônia, um dos centros de extermínio de Hitler. Hoje com 89 anos, vivia nos Estados Unidos desde 1952. Foi deportado para a Alemanha há dois meses. Antes, em 1986, Demjanjuk chegou a ser preso e deportado para Israel, acusado de ser o carrasco "Ivan, o Terrível", que atuava no campo polonês de Treblinka. Constatado o engano, ele voltou impune aos Estados Unidos.

Shaun Curry/AFP
Hannah Clark
Ela vivia com dois corações – um deles transplantado. Com o original recuperado, o auxiliar foi extraído

TER|14|JUL|2009

Divulgado
que a inglesa Hannah Clark, de 16 anos, que viveu dez anos com dois corações – o original e um que lhe fora doado –, retirou o coração transplantado em 2006 e está plenamente recuperada. Seus médicos consideraram que o coração original de Hannah havia se recuperado do problema que os levara a recorrer ao transplante. Hannah nasceu com cardiomiopatia, doença que faz com que o músculo cardíaco dobre de tamanho e não bombeie sangue na velocidade necessária. O órgão transplantado ajudava o original a cumprir essa tarefa. Para evitar a rejeição do órgão, Hannah tomava imunodepressores, possivelmente associados a um câncer linfático que a acometeu há quatro anos e do qual está curada. Os médicos extraíram o coração auxiliar para eliminar a necessidade dos imunodepressores. Foi a revista científica inglesa The Lancet que noticiou sua recuperação.


QUA|15|JUL|2009

Fabiano Rocha/Ag. Globo
Romário
Preso por 22 horas por não pagar pensão alimentícia


Libertado

depois de passar 22 horas preso por não pagar pensão alimentícia o ex-jogador Romário. Ele havia deixado de depositar 90 000 reais na conta da ex-mulher, Mônica Santoro, referentes a três meses de pensão de seus dois filhos mais velhos, Romarinho, de 15 anos, e Moniquinha, de 19. Depois de passar a noite em cana, Romário foi levado para uma audiência de conciliação. Já chegou lá com o comprovante do depósito do dinheiro na conta da ex-mulher. Não foi a primeira vez que ela o colocou atrás das grades por falta de pagamento da pensão. Em 2004, ele ficou seis horas preso. Também na semana passada, a Justiça solicitou o bloqueio de suas contas para pagar uma indenização de 636 000 reais a Zagallo. Romário colocou na porta do banheiro masculino de um restaurante seu, o Café do Gol, a caricatura do ex-técnico da seleção.

SEX|17|JUL|2009

Alessia Giuliani/AFP
Bento XVI Um mês com
o punho engessado

Fraturou
o punho direito,
depois de cair na banheira de seu chalé no Vale d’Aosta, no norte da Itália, o papa Bento XVI, de 82 anos. Segundo o Vaticano, a lesão não foi das mais graves. Antes de ser levado ao hospital, o pontífice tomou café da manhã e celebrou uma missa. Bento XVI sofreu uma pequena cirurgia para a colocação de pinos no pulso e passará um mês usando gesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário